Hoje é sexta-feira!

Resultado de imagem para imagem copo de cerveja

Sem muito papo, afinal hoje é sexta, preparei um set mixado para o triplex de hoje. São três clássicas remixadas nesse ano, em viradas deliciosas…

A primeira é o Odyssey, com a versão comemorativa de 40 anos de NATIVE NEW YORKER. Simplesmente linda… seguindo, temos outra remix desse ano para YOU KNOW HOW TO LOVE ME, com Phyllis Hyman… fechando, minha dupla favorita: Hall & Oates e uma nova mix para PRIVATE EYES.

Set mixado especial de sexta-feira… clique, baixe, descomprima e curta. Só tem coisa boa…

TRIPLEX DE FINAL DE ANO 6

Anúncios

Oba! Quinta-feira… já dá pra sentir o cheirinho do fim de semana…

Ella

Já enxergamos o fim de semana… então, podemos fazer a trilha. Nesse triplex, vamos abrir com ninguém menos que Shalamar de música novinha. Que delícia falar de um grupo que estourou na virada dos anos 80, voltado e lançando coisa boa. THE REAL THING é linda! Enjoy!

Aí vem outro ícone… Ella Fitzgerald com uma nova remix desse ano para WAIT TILL YOU SEE HIM. Essa versão é sensacional, com uma levada moderna e de muito swing. O vozeirão de Ella vale qualquer evento… é ímpar… poderoso… cheio de variações que só provam, ainda mais, a distância dela para os demais mortais.

Vamos encerrar essa viagem com uma remix nova para uma linda de Sade… essa musica é especial. Como tudo que ela lançou, tem uma classe diferenciada, mas uma harmonia e uma melancolia que fazem a gente voltar para aquelas tardes de rádio na metade dos anos 80. WHEN AM I GOING TO MAKE A LIVING madura e primitiva, ao mesmo tempo. É Sade Adu! Mais uma que nos faz sentir sorte por ter surgido em nossa geração.

Baixar esse set? Clique, faça o download, descomprima e curta…

TRIPLEX DE ANO NOVO 5

Vencemos meia semana…

Barra

Quarta-feira no ar e mais três preciosidades musicais. Essencialmente, vamos voltar um bocadinho no tempo. Mas vai ser com muita classe…

Level 42 abre o triplex dessa quarta-feira. Tocando uma extended version de 1981, mas que ganhou uma ótima versão remasterizada em 2017. E é essa que ouvimos aqui… como sempre, a banda prima no seu baixo e nos arranjos de teclados. TURN IT ON é um dos pops mais classudos daquele ano e tocou muito em rádio. Música divertida e com gosto de coisa comercial das boas, como só os anos 80 conseguiam.

A segunda é uma versão nova do próprio Dayton para a sua clássica THE SOUND OF MUSIC. Nessa mix, há uma pegada extremamente jazzística, com uma guitarrinha no melhor estilo George Benson. Como o próprio título diz, essa é uma música que valoriza a sonoridade. É a ideia que sempre tive: quando a música é harmônica, a gente até permite uma letra não tão melódica. THE SOUND OF MUSIC consegue ser perfeita nesse critério.

Terceirando esse triplex, eis que surge uma remix nova para uma das grandes baladas de 1979. Ron Matlock e a porrada de I CAN’T FORGET ABOUT YOU numa edit totalmente em cima da versão original. Lembro que ouvia bastante essa música nas madrugadas da Nacional de Brasília, lá pelos idos dos ano 90. A batida forte e sincopada dão um tempero extra à melodia datada… deliciosamente datada. O arranjo é sensacional e torna essa mais uma daquelas que vamos guardar sempre.

Para ter esse set com pouco mais que vinte minutinhos e meio, clique no link abaixo, faça o download e descomprima o arquivo…

TRIPLEX DE ANO NOVO 4

Terça-feira com música boa…

H2O

Abrindo o nosso expediente nessa terça, vamos de mais três belas canções que curtimos esse ano…

Muitos já sabem que Hall & Oates são minha dupla favorita de todos os tempos. Desde os anos 70, acompanho o trabalho deles. Muitas clássicas já passaram aqui pelo blog… muita remix de eternas pérolas oitentistas… e quem não lembra de MANEATER, do álbum H2O de 1982? Aqui uma versão desse ano, numa levada mais lenta e deliciosamente harmônica. Ouvindo essa remix, vai ficar mais claro porque muita gente considera a versão original um reggae. Trabalhos abertos, então…

Em seguida, uma que estreou no mundo esse ano. James Fortune e Fiya, com IT GETS BETTER, lembram os hinos que são feitos para levantar o astral. Essa é mais uma delas. Positiva, cantada em crescente e com um vocal rap ótimo de Fortune. Daquelas que não podem faltar numa confraternização de gente com gosto musical refinado.

A última é muito bonita… um dos melhores charmes desse ano. Com produção de r&b clássico… daqueles que curtimos muito na Mundial AM do Rio. James Day é melódico demais em IT’S ALL DIVINE! Especialmente nessa versão, a Boogie Back Remix. A linda voz que interpreta a canção é a linda Trina Broussard. Sem dúvida, um dos melhores rhythm ‘n blues desse ano.

Agora clique no link abaixo para baixar mais esse triplex, e seus doze minutinhos e cinquenta segundos. Baixou, descompacte e pronto.

TRIPLEX DE FIM DE ANO 3

Segunda-feira é dia de ir mais devagar…

Southern Freeez

Segundona mais leve… vamos reduzir a marcha então. Triplex de hoje com três mais suaves.

Quem me conhece, sabe do quanto sou fã de uma canção de 1981 do Freeez. Na verdade é o primeiro hit do grupo. SOUTHERN FREEEZ é uma música linda… um balanço que ganhou uma versão bem mais suave neste ano. Veio para resgatar… Zee Erf, e os vocais de Francesca Mondi, numa releitura que consegue valorizar ainda mais a beleza dessa preciosidade oitentista. O Zee Erf é um projeto de estúdio que tem no time os antigos formadores do Freeez. Então, são os caras da vinícola original com a voz deliciosa de Fracesca. Não há a mínima chance de seu ouvido reclamar…

Depois, temos uma lenta clássica, mas numa versão que só se ouve por aqui. Versão exclusiva para I WANT TO KNOW WHAT LOVE IS com o Foreigner. Essa mix tem boa parte da instrumental, sem as batidas, e com os vocais estrategicamente postos. Curto muito essa balada e acho que, com o tempo, ela consegue melhorar ainda mais.

Vamos fechar hoje também com uma da nova safra de preciosidades… Michon Young e a saborosíssima OOH. Essa consegue ter um gostinho daquelas coisas que enxurravam nas tardes de rádio nos anos 80. Aquela música açucarada com qualidade… pois é. As harmonias perfeitas insistem em nos rodear…

Para baixar o triplex de hoje, basta clicar no link abaixo… o arquivo zipado com onze minutinho e cinquenta segundos chega rapidinho.

TRIPLEX DE FIM DE ANO 2

Vamos pousar 2017?

MJ

Nessas próximas duas semanas, diariamente, vamos curtir um novo triplex aqui no blog… vamos ouvir o que de melhor tivemos nesse ano. E, surpreendentemente, tivemos muita coisa boa. Algumas em novas e maravilhosas remixes… vamos passar a limpo tudo isso a partir de hoje.

Abrindo esse primeiro triplex, o Rei em mais uma novidade linda! ROCK WITH YOU numa remix totalmente em cima da original. Arranjos e vocais… deliciosos. Como é que uma música não envelhece? Pergunte a Michael Jackson que ele vai explicar nesses sete minutinhos dessa versão…

Seguindo, outra voz extraterrena… Roberta Flack… inebriante Roberta Flack. Eu lembro com uma nitidez incrível a primeira vez que ouvi a voz de Roberta Flack, lá pelos anos 70… a sensação ainda é a mesma: voz e veludo! Vamos curtir a perfeição dessa extended perfeita de FEEL LIKE MAKING LOVE. Não consegui resistir… mais um gole na cerveja.

Fechando, uma da safra mais nova de pérolas musicais… SHOWER ME WITH YOUR LOVE… uma harmonia maravilhosa, num charme lindo e que serve para limpar qualquer poluição sonora causada pela música moderna… essa extended tem um arranjo simples mas melódico, como precisamos para um domingo como esse. O nome do grupo é direto: Voices With Soul, ou VWS! Uma das que mais tocou no carro, e que conseguiram me fizeram ter a certeza de que ainda se faz muita música boa por aí… pena que nossos programadores não atentem para coisas assim.

Quer ter esse set de pouco mais de vinte minutinhos? Clique no link abaixo e baixe o arquivo compactado…

TRIPLEX DE FIM DE ANO 1

Uma hora e vinte e cinco só de versões novas de clássicas… ê domingueira da boa!

disc

Um domingo sempre é perfeito para recompor as baterias… dia dos desfiles de boneca de Sarinha, onde eu sou o DJ… dia de colocar em dia os tira-gostos caseiros… dia de papear com os amigos… dia de molhar a conversa com algumas ampolas de cerveja gelada!

Nesse eu resolvi resgatar algumas preciosidades com novas roupagens. Achei cada coisa sensacional pra matar a nossa sede por música boa… vamos a elas? Uma hora e vinte e cinco minutinhos deliciosos…

Abrindo STREET LIFE… maravilhosos vocais de Randy Crawford junto com os Crusaders. Pensar numa época em que músicas assim tocavam em rádio é achar que o mundo não existiu… pelo menos esse mundo descartável que temos por aí. Aliás, o disco original do Crusaders, onde STREET LIFE foi parida, é de 1979 e chegou ao primeiro lugar na parada de álbuns de jazz. Um dos melhores ingredientes de STREET LIFE é a guitarra de Paul Jackson Jr. Inspiradora!

A segunda é outra clássica, mas numa versão novinha… JUST AN ILLUSION. Os britânicos do Imagination conseguiram o feito de produzir harmonia e comercialidade numa música só. Quando saiu em 1982, JUST AN ILLUSION tocou por um anos inteiro nas pistas, inclusive do Brasil. Os arranjos vocais são perfeitos e o falsete de Leee John marcou toda uma geração.

NOTHING CAN COME BETWEEN US, com a classe e sofisticação de Sade, é a que segue… essa música tem uma melodia que parece um belo drink. Acho que todo mundo que ouviu Sade nos anos 80 lembra da surpresa que foram aqueles vocais aveludados. Ainda me surpreendo a cada vez que ouço.

Os anos 70 foram a praia do Dr. Hook. Seguramente um de meus grupos favoritos de todos os tempos. Aqui, desfilará SEXY EYES e toda a sua sutileza melódica.

Outra que parece original sempre que ouvimos. Talvez por ser ainda da fase genial de Michael Jackson… LIBERIAN GIRL é uma ode à musa inalcançável. Aqui, surge numa mix que ressalta todo o swing de seu arranjo. Essa música é boa…

A sexta é mais uma bela melodia… MORE THAN A WOMAN, com os Bee Gees, é um dos grandes pops dos anos 70. Ouvir numa pista de dança é mágico… ainda hoje. MORE THAN A WOMAN começou a ser gravada em Paris e foi concluída em Los Angeles, em setembro de 1977. Entrou na trilha de Os Embalos de Sábado A Noite em duas versões. Uma com os Bee Gees e outra com Tavares. Os Bee Gees nunca a lançaram como single, exceto na Itália.

Na sequência vem uma baita versão de James Brown para a clássica SEXY MACHINE. O melhor dessa é a energia do funk… seja lá em que versão. Letra tola mas que garante o discurso para a pancada musical. O arranjo original de SEXY MACHINE é uma perfeição, mas essa versão dá um tom mais pra uma pista de dança cheia de luzes.

Seguindo uma que não cabe comentários, LAST NIGHT A DJ SAVED MY LIFE. Só uma palavra: yeaaaaaaaaaaaaaaaah!

Então temos um medley lindo com algumas clássicas da disco music e do rap do início dos anos 80. Tremenda viagem!

Depois tem Luther e uma versão deliciosa para NEVER TOO MUCH. Que música é essa que não cansamos de ouvir?! Faz parte do incrível pop da década de 80 e ganha versões a cada ano. E não envelhece… sem contar que é o nosso velho e sempre atual Vandross!

Maravilhosa também é a próxima… ANOTHER ONE BITES THE DUST. Um dos maiores petardos do Queen. Lembro de ouvir nos anos 80 e não acreditar na força de uma canção daquelas quando a disco music já estava praticamente finada. Mas o Queen nos surpreendeu… sempre!

Por falar em disco… GREASE! Que tal? Essa canção é visceral e maldosa, em se tratando de melodia fácil, rica em arranjo e pegajosa. Que viveu essa época certamente vai entender do que estou falando. Acredito que não tenha havido uma só festa que não tenha tocado essa música. Sem contar que delirávamos numa gritaria linda na subida da música. Coisas da disco music… descartável e inesquecível. Sou fã!

Opa! Eis que chega o Rei do Pop de novo… não vou comentar pois entra deliciosamente mixada BILLIE JEAN. Michael Jackson falou certa vez sobre BILLIE JEAN: “um músico conhece material de sucesso. Tudo tem que fazer é sentir qual o caminho. Isso faz você se sentir bem. Foi assim que eu me sentia sobre ‘BILLIE JEAN’. Eu sabia que seria grande enquanto escrevia”. Segundo Daryl Hall, enquanto gravavam WE ARE THE WORLD, ele e Michael Jackson conversaram sobre BILLIE JEAN: “Michael me disse que esperava que eu não me importasse se ele copiasse o groove de I CAN’T GO FOR THAT”. E é verdade… o groove é idêntico.

AND THE BEAT GOES ON, com os Whispers é a próxima. O arranjo de cordas é sútil, mas é fantástico em THE BEAT GOES ON. Lembro que essa era outra que além de obrigatória, derrubava a pista quando tocava nas festinhas. Seu riff de teclado é inesquecível e tem muito do gosto do que fazia sucesso à época.

Seguimos com HOLIDAY… curti demais a mixagem pois as duas parecem casar na harmonia. Lindas demais por sinal. Ainda hoje me impressiona como HOLIDAY é música negra de primeira linha. Foi composta por Curtis Hudson e Lisa Stevens, sendo oferecida a Madonna através de Jellybean, seu produtor de então. O clima musical de HOLIDAY lembra muita algumas canções do Pure Energy, grupo original de Curtis e Lisa. Norma Jean Wright faz backing vocals na versão original.

A décima sexta desse set é a remix de SMOOTH OPERATOR, com Sade. A música foi composta em 1982, mas só foi gravada em 1983-84… e tocou muito em rádio em 1985. Muito influenciada pelo jazz moderno, SMOOTH OPERATOR foi o primeiro grande sucesso de Sade. Ainda hoje toca muito aqui em casa… Nas paradas, SMOOTH OPERATOR foi precedida por outra pérola de Sade Adu: WHEN AM I GOING TO MAKE A LIVING… essa merece outro post.

Depois temos uma bela versão para EVERY BREATH YOU TAKE do Police. Modernizada, essa canção tem um apelo sentimental saboroso e faz parte das memórias de todos aqueles que conviveram com ela em muitas emissoras de rádio da época.

A penúltima é uma versão linda e também nova de WHAT’S GOING ON com o mestre Marvin Gaye. Uma das minhas favoritas de todos os tempos, essa música sempre será atual.

Fechando uma bela versão editada para DREAMER do BB & Q Band. Um R&B que foi adorado demais na metade dos anos 80 e possui um monte de lindas versões. Aqui uma deliciosa versão novinha, editada da original.

Pra curtir esse set, basta acessar o link abaixo, baixar e descomprimir… enjoy!

NEW OLD SONGS MIX

Triplex bem agitado do blog…

Resultado de imagem para imagem academia

Quarta-feira já traz um cheirinho de fina de semana… e preparei um triplex com três pérolas da primeira metade dos anos 80. Especificamente de 1981-82.. e mixadas.

Abrindo uma extended linda para a clássica MANIAC com Michael Sembello. A energia dessa música traz de volta o gostinho das festas agitadas daquela época. Essa fazia parte daquele momento que precisávamos mudar o clima e subir o tom… era impossível não dançar. Aliás, o ambiente daquelas festas era incrível pois havia muita emotividade dada pela harmonia que os arranjos de nossos artistas favoritos traziam.

Seguindo, Joe Jackson e STEPPIN’ OUT. Como essa música tocou! Tocava muito em rádio… era simplesmente uma das mais executadas. Muito do sucesso de STEPPIN’ OUT se deve ao clip, que era alucinante. Os keyboards são simplesmente perfeitos… nem o próprio Joe Jackson conseguiu fazer uma obra-prima como essa.

Fechando, Rod Stewart e TONIGHT I’M YOURS (DON’T HURT ME). Quando foi lançada em rádio em 1981 aqui no Brasil, Rod Stewart já era um artista de muito sucesso… e essa foi anterior a BABY JANE. Curioso era o “arranjo sujo” dessa preciosidade. A guitarrinha solo é a marca registrada e a batida eletrônica é alucinante. Delícia que possui cerca de 36 anos de vida. O tempo voa com coisa boa!

Pra curtir esse set mixado, basta clicar no link abaixo, fazer o download e descomprimir.

TRIPLEX ACADEMY

Pra baixar, o set que vai ao ar no Finest Harmony da semana que vem… só com música deliciosa dos anos 80!

wp-1487329116434.png

Sábado é o dia em que preparo o Finest Harmony que vai ao ar na Finest Web Radio no final de semana seguinte, também no sábado, das 13 às 15h.

É um programa cheio de música com harmonias e melodias deliciosas… nele, regatamos muita coisa boa, além de tocar muita coisa nova boa.

Pra o programa da próxima semana resolvi incluir um set fresquinho que acabo de mixar. Só funkão daquela época em que as rádios só tocavam preciosidades. Ê saudade boa!

No programa, só vai um trecho do set… mas aqui dá pra ter ele inteirinho, com um monte de sonzeira de primeira linha. Para curtir esse set saboroso, clique no link abaixo… baixe e descompacte pra ouvir.

FUNKÃO DO FINEST HARMONY

Para curtir a Finest Web Radio, acesse http://www.finestwebradio.com, ou baixe nossos aplicativos para Android e IPhone.

Acesse http://www.finestwebradio.com e ouça a nossa programação. Se preferir baixe nossos aplicativos para Android ou para IPhone. Basta ir na sua loja virtual e procurar por Finest Web Radio.

Finest Web Radio… a rádio oficial do Blog do Ed.