nordeste

A música brasileira já foi estrela do rádio com qualidade e muita harmonia inspiradora. Diferente daquilo que acontece hoje em dia, se tocava muita coisa boa pelas emissoras do Brasil afora. Canções com lindas letras e com belos arranjos. E o que mais impressiona: que eram sucesso!

Catei algumas dessas preciosidades pra montar um set especial com pouco mais de quarenta e sete minutinhos só de música nacional de qualidade e que tocou muito nas rádios em suas respectivas épocas.

Abrindo, a lindíssima balada do Azymuth que povoou o AM no finalzinho da década de 70… LINHA DO HORIZONTE é muito bonita e traz teclados perfeitos. Aliás, as letras dos anos tinham uma pretensão deliciosa e que faziam as músicas parecem muito mais maduras. Essa é a ilusão da arte. Sua melhor ilusão!

Seguindo, outra lindíssima… Boca Livre e a regravação de PANIS ET CIRCENSES. Era mágico ouvir uma coisa desse nível no rádio, com seu mortal arranjo de flauta! Hoje, é quase um milagre! Ainda bem que música boa não tem validade…

A terceira é uma que, na minha opinião, é a melhor interpretação de Fagner. PENSAMENTO tem um arranjo muito simplório e uma abertura com um teclado sintetizado – muito avançado pra música nacional lá pelos idos de 1983. Gosto da letra e da solitude que ela traz.

Gal Costa, com a perfeita DOM DE ILUDIR, é mais um exemplo de que já se ouviu muita qualidade no rádio… o arranjo vocal de DOM DE ILUDIR ainda é impressionante e a letra é um poema de Caetano Veloso que fala dos eternos problemas entre homem e mulher, só que que de uma maneira ímpar. É dessa música  a grande verdade que diz “cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é”

Aí vem Gilberto Gil e DRÃO! Uma música tão perfeita que não necessita de nenhum comentário. Simplesmente perfeita!

A sexta traz Guilherme Arantes com a lindamente ingênua FÃ Nº 1, que nos fez curtir puras paixões em 1985.

Depois vem uma balada que animou muitas festinhas americanas que fazíamos no colegial… Léo Jaime e A VIDA NÃO PRESTA… não havia um só programa de canções de amor (aqueles que começavam às 10 da noite) que não tocasse essa música. Era obrigatória nas sessões de lenta em qualquer boa te que se prezasse – sim, porque as boates de então abriam a noite com música romântica. Coisas do século passado!

Leila Pinheiro é a próxima… lembram dela? Eu não esqueço nunca, pois sua voz foi uma das melhores coisas que os anos 80 nos revelou. Vamos ouvir PAULISTA, um bolero de uma suavidade que deve muito à voz dela. Gosto da letra e do arranjo… como canções assim nos fazem bem. Ainda bem que elas sempre serão feitas, apesar de pouco tocarem em rádio.

A nona é uma das melhores dos Titãs: O ACASO VAI ME PROTEGER. Letra reflexiva em cima de um arranjo simples. É uma música muito forte que fala direto sobre a forma como precisamos encarar a vida. Quem não gosta dessa…

Em seguida, outro hino… agora Vinícius Cantuária e a ótima LUA E ESTRELA. Quem viveu o início dos anos 80, ouviu muito LUA E ESTRELA. Tema de novela, mas que já tocava antes em rádio, essa música era a mais pedida nos shows de Cantuária, e é, de longe, sua melhor composição.

A antepenúltima é mais um hino para a geração dos anos 70… Lô Borges e CLUBE DA ESQUINA Nº 2 são um exemplo de como a MPB setentista venceu a marca do tempo. Ainda hoje, não há um só happy hour que não se delicie com alguém tocando CLUBE DA ESQUINA Nº 2! É simples, é fácil, tem melodia e harmonia suficientes pra nos levar de volta pra máquina do tempo! Que bom que sonhos não envelhecem!

Sylvia Patrícia e Cláudio Zoli, na regravação de NOITE DO PRAZER são a penúltima. Essa é uma outra que dispensa comentários por ter grudado na vida de muita gente. “A noite vai ser boa”

Fechando essa sequência só com pedigree nacional, uma da safra daquelas infantis que afetavam muitas gerações… Lucinha Lins e Trem da Alegria com DONA FELICIDADE. Aliás, as canções de criança, quando bem feitas, fazem com que nós adultos consigamos resgatar uma parte nossa que insiste em NÃO se perder!

Para curtir essas belas músicas do Brasil, basta clicar no link abaixo!

 COISAS BOAS DO BRASIL

2 comentários sobre “Saudades do tempo em que rádio era pra ouvir música nacional assim…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s