brasil-br

Nesse sábado, o primeiro de outubro, vamos desenterrar algumas coisinhas nacionais numa sequência com pouco mais que trinta e um minutinhos. São nove canções do melhor repertório da música brasileira com pedigree!

A primeira vem com Pepeu Gomes (Pepe Legal) e as inebriantes guitarras de UM RAIO LASER. Essa música tocou demais no início dos anos 80 e era obrigatória na programação de qualquer rádio pop da época.

Depois vem uma que é uma das minhas favoritas de todos o tempos… Lembro de ouvir bastante Nico Rezende com UM MINUTO na programação da Gazeta FM, de Maceió, e na Atalaia FM, daqui de Aracaju. Seu refrão é poderoso e muito forte… contagiou muito nas festinhas que fazíamos pelos idos de 1983.

Marcos Sabino e a ótima DANÇA DAS HORAS é a próxima… Muito positiva e com uma batida bem alta pra os padrões do que tocava na época, DANÇA DAS HORAS teve clip no Fantástico e fez parte da trilha sonora da novela Ti Ti Ti em 1985. Divertida, com letra com a cara da época, ou seja, feita pra divertir e tocar em rádio. Éramos felizes e sabíamos!

E aí vem uma clássica que dispensa comentários pois falar por si… Rádio Táxi e a energética COM O RÁDIO LIGADO. Com essa, voltamos direto pra 83.

A quinta derruba um pouco o clima, ms com um estilo ainda muito nivelado… por cima! Ney Matogrosso e a fashionada MANEQUIM. A variedade da obra de Ney Matogrosso é realmente grande, mas sempre bem escolhida. Essa tem cheiro de passarela e uma levada onde a voz de Ney parece ser um instrumento musical do próprio arranjo. Os backing vocals são um capítulo perfeito à parte.

Seguindo, uma regravação de 1983 pra um clássico da bossa nova, mas com uma roupagem nova e muito bonita.  Marcos Valle e sua versão “nova” pra SAMBA DE VERÃO. Arranjos com bastante suingue e um monte de teclados – marca registrada desse disco de Marcos Valle. Não precisa dizer que os arranjos são de Lincoln Olivetti.

A antepenúltima é uma das melhores composições de Rita Lee, mas que ela não gravou. Preferiu passar pra doce e harmoniosa voz de Nara Leão. AMOR NAS ESTRELAS foi lançada em 1981, mas fez sucesso por uns dois ou três anos. Aqui em casa, faz sucesso até hoje. Muito sucesso!

Quase fechando, vem a melhor música (de longe!) de Lô Borges. SONHO REAL é uma das músicas que mais me emociona pela letra que tem. É um poema lindo com inspiração pra animar umas cem gerações ainda porque fala de amor como ele (o amor) merece ser falado: simples e direto. Essa é divina e muito pessoal.

E Zizi Possi, com um de meus hinos favoritos (O AMOR VEM PRA CADA UM), encerra essa viagem pela música brasileira que limpa nossos preciosos ouvidos. O AMOR VEM PRA CADA UM é uma versão de Beto Fae pra uma das melhores canções de George Harrison (LOVE COMES TO EVERYONE) e consegue ser melhor. Com certeza pela melhor fase da voz de Zizi Possi. Sou mais um fã incondicional dessa pérola… sempre vou ser!

Quer curtir esses tesouros? Basta clicar no link abaixo…

MBP – MÚSICA BRASILEIRA COM PEDIGREE

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s