ampulheta

Vez por outra resgato canções que fizeram parte de grandes discos do passado. Era legal comprar a bolacha em vinil e passar o final de semana assimilando todas aquelas novas harmonias e arranjos. E sempre ficava com a sensação de que algumas daquelas canções que saíram no álbum seriam “injustiçadas” e não fariam o sucesso merecido. Ainda é muito gostoso pegar todos aqueles grandes LP’s e ouvi-los novamente, com a mesma sensação sobre algumas de suas faixas.

Nesse set de meio de semana, separei três lindas canções que não forma campeãs de rádio, mas tocaram muito lá em casa desde quando foram lançadas. Quer conhece-las? Vamos lá…

A primeira é uma das melhores canções do A-Ha. Na verdade uma de suas canções mais influenciadas pela bossa nova. É incrível o arranjo instrumental e vocal de OCTOBER, lançada no segundo disco da banda, Scoundrel Days de 1986. Tocou em rádio, mas não é lembrada como um dos grandes sucessos do grupo. Os naipes e a percussão dessa faixa são inebriantes. Achava que era o único que tinha essa canção como a favorita de todas as melhores do A-Ha, mas descobri que não… Um monte de gente postou opiniões sobre OCTOBER como sendo a mais perfeita do A-Ha.

Seguindo, uma de 1980 de um dos mais fantásticos grupos que conseguiu unir sucesso em rádios (europeias e americanas, apesar de ter tocado um pouco no Brasil) com produção sofisticada e muito classuda. O Steely Dan tinha como um de seus componentes Donald Fagen, que ainda é um de meus compositores favoritos. Nesse triplex vamos curtir a deliciosa GAUCHO, do álbum de mesmo nome da banda. O instrumental dessa música é impressionante, especialmente se atentarmos que trata-se de uma produção de 1979, lançada no ano seguinte. Como disse, sofisticada com seu piano solo e sax no melhor estilo das produções do Steely Dan. Curto os vocais, os vocais backing, o arranjo de cordas e as viradas melódicas, num ritmo que parece uma aula de boa música. Essa está naquela categoria das músicas “pra quem sabe onde tem o ouvido”.

Fechando, PM Dawn (um dos mais competentes grupos que mesclou muito bem o rhythm ‘n blues, o rap e o pop durante os anos 90. Aqui a nostálgica GOTTA BE… MOVIN’ ON UP de 1998, e que conta com a participação nos vocais de uma das crias de Bob Marley, seu filho Ky-Mani Marley. Quem curte os anos 80, vai notar facilmente que a base de sampler dessa canção é em cima da clássica JUST AN ILLUSION do Imagination. Pop de primeira qualidade, vale pra completar os doze minutinhos e quarenta e cinco segundos desse triplex.

Pra curtir, clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo abaixo e salve como…

TRIPLEX DE ESQUECIDAS

2 comentários sobre “Triplex de canções esquecidas, mas nem tanto!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s