Love

Estamos chegando à reta final desta overdose de música boa, nas já quase trinta postagens depois que o mundo acabou. E agora vamos pras lentinhas…

Num set exclusivo, só baladas deliciosas pra relaxar a alma e trazer as boas lembranças de volta.

Abrindo, Daryl Hall e uma versão acústica de uma das melhores canções que fizeram parte do repertório de seu disco Three Hearts In The Happy Ending Machine: WHAT’S GONNA HAPPEN TO US. A original é linda, mas essa versão também teu seu gosto muito bom. Ambas as versões são intimistas, mas muito bonitas mesmo.

Seguindo, Huey Lewis & The News e também uma de suas melhores baladas, e que saiu no seu disco de 1986. SIMPLE AS THAT é uma daquelas lentinhas clássicas, e que tanto dançamos lá pelos anos 80. No time de compositores dessa bela canção, temo o pessoal do Tower Of Power – um dos grupos setentistas que mais influenciou o estilo de Huey Lewis. SIMPLE AS THAT era uma de minhas favoritas pra abrir a seção de lentas nas festinhas de escola.

A terceira é uma remix rara pra HOW DO YOU STOP, cantada por James Brown e que foi produzida por Dan Hartman. Linda, clássica e obscura, mas que fez muito sucesso aqui em Aracaju…

Jamie Cullum vem depois com a clássica OUR DAY WILL COME. Eu sou muito impressionado com a beleza, tanto da letra, quanto da melodia de OUR DAY WILL COME. O teclado que abre a faixa é muito bem sacado, além de ser um dos mais belos arranjos que a música mundial conseguiu produzir. Eu adoro!

Guilherme Arantes e a clássica balada PEDACINHOS dão o clima nostálgico em seguida. Ainda lembro o quanto essa faixa impressionou pela beleza à época em que foi lançada. Misturando um refrão com trechos em português e trechos em inglês, PEDACINHOS tocou muito nas rádios. É uma das melhores nacionais que falam de amor.

A sexta é outra das minhas favoritas, e que não tocou muito no Brasil. Kenny Loggins já era figurinha fácil nas coisas que ouvia no início da década de 80, mas quando ele estourou em 1984 fiz questão de comprar seu álbum seguinte, lançado em 85. E neste disco (sensacional!) tinha essa linda balada chamada AT LAST. Depois que ouvirem, vão entender… É linda!

Seguindo, uma raridade! A instrumental de YOU ARE, que estourou com Lionel Ritchie em 1983. Essa é pra passar mal de tão boa!

Rita Lee e sua melhor balada assumem a pista… SÓ DE VOCÊ é belíssima e fez parte da trilha sonora da primeira versão de Guerra dos Sexos. E lembro bem, pois foi mágico ver uma música tão madura fazer sucesso com a turma adolescente. O piano do arranjo de SÓ DE VOCÊ é imbatível.

A nona é uma das melhores do Roupa Nova… SENSUAL também fez parte de trilha de novela e tocou muito. A melodia e a letra são de uma ingenuidade deliciosa. Feitas pra gente cantar pensando no quanto é bom amar. O gosto de SENSUAL permanece o mesmo de quando ouvi pela primeira vez, em 1983 – trinta anos atrás!

Em seguida, outra clássica de 1982…. COISAS DE CASAL foi composta por Rita Lee (num de seus mais inspirados momentos) e foi gravada pelo Rádio Táxi. Foi um sucesso enorme e até hoje acho a letra lindamente tola. Como as coisas do amor devem ser…

A versão dub (rara e bela) de TWO PEOPLE, com Tina Turner, é a décima primeira preciosidade desta sequência de baladas. Com uma produção bastante classuda pra época, TWO PEOPLE fez muito sucesso. Eu adoro a batida dessa canção…

A antepenúltima é uma canção meio esquecida de Ângela Rôro. MÔNICA foi inspirada numa manchete de jornal de uma garota que foi assassinada pelo namorado. É uma melodia linda e uma letra que deixa clara toda a fonte. Aliás, os arranjos das canções de Ângela Rôro eram mágicos e muito gostosos, sem contar seu timbre vocal – peculiar e muito forte. Um sinal dos tempos é que suas canções sempre tocavam muito em rádio…

Do primeiro álbum do Metrô, saíram muitas canções de sucesso, mas certamente uma das mais deliciosas era HAWAII-BOMBAY, com seu arranjo com sotaque completamente caribenho. Era uma sensação fantástica poder ouvir coisas assim em rádio.

Fechando, uma bela regravação de Gal Costa para a clássica LUA-DE-MEL, gravada originalmente por Lulu Santos. Pra fechar com gosto suave e doce.

UMA HORA DE CANÇÕES DE AMOR

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s