Meu grande amigo, compadre e DJ Celso, quando abria suas noites, lá pelos idos do início dos anos 80 e 90, sempre começava com canções mais suaves… Eram as músicas pra abrir pista (MPAP), que começavam a dar o clima da noite na boate e a tirar a inibição daqueles que queriam dançar. Era uma fórmula maravilhosa, que tornava a abertura da pista um momento muito gostoso.

Hoje isso acabou! O mundo também…

Os tempos mudaram e a pista já é aberta com o bpm lá em cima… Mas aqui no blog nós podemos curtir algumas das canções que cairam (ou cairiam) muito bem pra abrir uma pista de dança. Nesta quinta-feira, vamos curtir um set de pouco mais que trinta e sete minutinhos de MPAP.

Abrimos o estrobo com uma linda balada da Banda Black Rio chamada TEM QUE SER AGORA. Os backing vocals são o tempero dessa música que tem uma letra muito bonita. Foi regravada, inclusive, por Pedro Mariano em outra belíssima versão.

Logo em seguida uma de Dalto lançada em 1974 e que ainda hoje toca em novela. FLASH-BACK tem uma sonoridade muito suave e uma letra deliciosamente ingênua. Outro dia estava a ver tevê, e eis que aparece, do nada, a abertura linda de FLASH-BACK. É uma sensação incrível quando uma canção bem pessoal pipoca sem nenhum aviso. Ainda mais com um nome desses (FLASH-BACK)!

A terceira é uma tremenda remix, bem r&b, pra YOU GOTTA BE com Des’Ree… Essa é a versão do Blacksmith e tem sua harmonia sutilmente sugada de CARAVAN OF LOVE do Isley Jasper Isley. Não tenho o mínimo receio em afirmar que trata-se da versão nais completa. Estamos viajando agora em 1995, mas com o feeling do baixo de uma pérola de dez anos antes.

Seguindo, uma clássica… Mais uma clássica que vence o tempo facilmente… Quando falamos de música boa e inspirada, na segunda metade dos anos 70, não podemos deixar de frisar bem os Doobie Brothers. A banda que tinha os vocais de Michael McDonald era realmente diferenciada quando o assunto era melodia. Aqui neste post, vamos curtir a linda REAL LOVE, que estourou em 1980. O solo de sax e o refrão dessa música são muito bonitos… Estão entre os meus favoritos.

Ôpa! A quinta é uma versão sensacional de Eddie Valdez pra ME TRANSFORMO EM LUAR com Jorge Vercillo e o rap gostoso de Gomez. Mais uma ótima letra nacional com o swing inspirado nas coisas da Bahia. Linda, linda…

Fiz questão de deixar ME TRANSFORMO EM LUAR até a última gota pra preparar a entrada da perfeita TAPA NA REAL com Marcos Valle. Essa maravilha tocou muito em rádio em 1983, mas ainda consegue ser diferente e bela. Mais um resgate que fazemos no blog. Classe A!

A antepenúltima é mais uma preciosidade de Michael Jackson, que já entrou em alguns posts anteriores. A diferença é que nesta postagem a divina CAROUSEL está inteira! Essa canção foi composta por Michael Sembello pra fazer parte do disco Thriller, mas não foi aprovada na lista final. Azar do disco Thriler que perdeu uma das mais belas interpretações de Michael. E olhe que esta é a versão demo…

A oitava é uma raridade! Tutu Gostoso foi um grupo passageiro, capitaneado por Fábio Fonseca e que teve a produção de João Barone (baterista dos Paralamas do Sucesso)… Em 1987, a WEA prensou STROMBERY COMBERY num promocional que só foi pras rádios, nunca chegando a ter uma versão comercial lançada – por isso rara! A música é linda e deliciosamente datada. Os belos vocais de Fábio Fonseca tornam esta mais uma preciosidade oitentista… Um tesouro perdido que precisava ser desenterrado. Mais uma balada pra quem sabe onde tem o ouvido!

Fechando esta sequência especial, Whispers e I’M THE ONE FOR YOU, de 1981. Essa é uma faixa pra ser degustada suavemente. O aranjo crescente e o refrão são marcantes. Os backing vocals dos Whispers sempre são muito bem feitos, mas aqui ganham um status a mais. Uma de minha favoritas da banda e que tem tocado bastante aqui em casa…

Pronto pra curtir uma verdadeira abertura de pista de dança? Então é só clicar no link abaixo, olhar pras luzes da pista de dança e lembrar que o mundo acabou faz quase um mês.

MPAP – MÚSICA PRA ABRIR PISTA 1

2 comentários sobre “Músicas para abertura de uma pista de dança e que servem pra gente curtir DEPOIS DO FIM DO MUNDO 21…

  1. Obrigado por sempre tá lembrando de mim qdo o tema é música boa. Esse negócio de abrir pista ou até mesmo o som que inicia a boate na hora que a casa abre já esteve bem pior, hoje começo com lounge ou (WARM) um deep com harmonia e com alguns vocais bem classudos que começa com 118 bpm e vai até +ou- 125, daí em diante é só subir pra um house com 128 bpm e qdo a casa tá cheia e todo mundo já animadinho acaba num electro house. Daí em diante tudo pode acontecer. O mundo acabou mas o péssimo gosto das pessoas continuam o mesmo e piorando a cada dia

  2. Eu gosto do seu blog, mas essa história de depois do fim do mundo já tá enchendo. Não me refiro aos posts em si, mas aos seus títulos.
    Desculpe o comentário, é só minha opinião.
    Abraços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s