Como uma balada consegue ser tão boa?! STATE OF THE HEART nasceu com um grupo australiano do início dos anos 80 chamado Mondo Rock e fez sucesso local. A versão original é bem mais suave que a gravação de Rick Springfield, lançada três anos após.

O Mondo Rock fez sucesso na sua terra natal, e o single de debut de STATE OF THE HEART falhou nas paradas americanas ao ser lançado em 1982 (apesar da versão original ter saído na Austrália em 1980). A banda inclusive vai abriu os shows de 2011 do Roxy Music na Austrália, a convite de Bryan Ferry.

A banda é boa e a música é melhor ainda… STATE OF THE HEART virou hino pelo romantismo do arranjo (de qualquer uma das versões) e pela delícia que é a letra.

Rick Springfield pesou um pouco mais na produção da sua versão, mas a essência é a mesma! O clip do Mondo Rock é maravilhosamente datado. Pôxa, como eu curto coisas assim… Não pela simples razão de idolatrar o passado, mas pelo fato de que a música do passado marca nossa vida com um gosto que não se acha em lugar algum.

Duas passagens marcantes em cada uma das versões… Na original, do Mondo Rock, a virada da bateria chega a ser poética, e na versão de Springfield, o solo de guitarra é de fazer a gente não pensar em mais nada. Só mar e sol.

Vamos viajar com uma melodia romântica e descompromissada, feita bem antes do fim do mundo? So, let’s get it on…

STATE OF THE HEART

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s