Vamos voltar pra o Brasil dos anos 80? E com uma trilha sonora nostálgica e alucinante de quase trinta e um minutinhos…

Abriremos esse set com uma canção de Gilberto Gil, gravada e lançada por Lúcia Thurnbull. Lúcia Turnbull faz parte daquele grupo de artistas da música brasileira que embora não tenham gravado muito, tem cadeira cativa naquilo que as rádios tocavam. AROMA fez parte do que continua sendo seu único disco solo. A letra é muito bucólica e o arranjo é muito bom. AROMA é a cara do que tocava de música brasileira nas rádios daquela época.

Logo em seguida, uma original gravada por Gil… Era gostoso como os locutores da Transamérica FM, à época, chamavam Gil Black Gil… Hoje isso pode render um processo… PELA LENTE DO AMOR foi tema de um seriado da Globo chamado Amizade Colorida, que foi ao ar de abril a junho de 1981. É uma canção deliciosa em mais uma interpretação primorosa de Gil. Era engraçado como reconhecíamos um clássico ainda recém-lançado. Do jeito que a música comercial anda, a cada dia que passa fica teremos menos e menos clássicas. Tive a sorte de viver esse tempo pra poder mostrar a Sarinha todas essas coisas boas.

A terceira é uma raridade… A versão instrumental (linda por sinal) de QUERO TE ENCONTRAR, com Claudinho e Buchecha. Essa é uma canção comercial com arranjo muito divertido. Essa canção tocou muito em 1997 e era figurinha obrigatória nas festinhas. Letra boba, mas muito gostosa… Existem canções que parecem simples demais, mas nos dão um bem-estar enorme. Essa é uma delas.

Depois, mais uma de minhas favoritas de todos os tempos: NÃO ME ILUDA com Cinema A Dois. Essa canção trouxe ao pop-rock brasileiro um novo tempero, um jeito mais pop do que rock que até então era coisa mal assumida. Mais uma letra simples com uma melodia deliciosa que só faz música crescer. Essa foi um marco em 1985. Saiu numa coletânea nacional chamada Rock in Brazil e tocou bastante em rádio. Lá em casa, ainda toca… O solo de guitarra que faz a ponte é eficiente e muito característico do rock nacional de então.

A quinta é outra que saiu nessa coletânea Rock in Brazil. O grupo Tubarão era do sul do Brasil, mas HISTÓRIA DE AMOR chegou ao país inteiro. Dessa época, tenho muita nitidez de como eram divertidas as canções do nosso pop-rock que invadiram o rádio. HISTÓRIA DE AMOR é saborosamente boba. Mas era bom ser ingênuo…

E eis que surge o Tremendão! Os discos de Erasmo Carlos da primeira metade da década de 80 foram essecialmente voltados pra um lado mais pop. Todos merecem ser comprados e tocados sempre. Seu bom-humor e as belas baladas prendem muito a atenção. E é saudável! Aqui a ótima MEU BOOMERANGUE NÃO QUER MAIS VOLTAR. Descompromissada e grudenta, essa canção mostar um Erasmo antenado com seu tempo de então. Eu curtia demais!

Então, temos a que considero como sendo sendo a melhor música do grupo A Cor do Som: AS 4 FASES DO AMOR. Eclética e mística, AS 4 FASES DO AMOR tem uma letra muito boa. O ritmo é bem ao estilo da banda criada pelo excelente guitarrista Armandinho. A comparação do amor com as quatro fases da lua é maravilhosa. Com a benção de São Jorge!

A penúltima é ROLO COMPRESSOR com Guilherme Arantes… O arranjo de ROLO COMPRESSOR lembro muito o estilo de Rita Lee. A guitarra que abre é muito afetada pelo frevo Elba e Alceu plantaram na música comercial. Essa música fez parte do álbum Ligação, de 1983, onde Guilherme Arantes gravou também três baladas que adoro (TÃO BLUE, GRAFITI e PEDACINHOS – todas estouraram em rádio). A bateria de rolo compressor é de Lobão. Nas festinhas, essa era uma das que fazia o clima subir… A letra tem trechos de incrível nonsense (nenhum sonho é maior do que o meu). E que a alegria da gente seja um rolo compressor em cima do silêncio.

Fechando, a versão original de SÔNIA com Léo Jaime. Essa versão foi censurada e a que foi pras rádios teve a letra modificada, tornando o disco (onde saiu a original) um item de intensa procura à época. Pura brincadeira, SÔNIA é uma versão de SUNNY, gravada por um monte de gente. Gosto do arranjo dessa música, que teve clipe no Fantástico com a versão alterada, claro.

Pra gente ir pra os anos 80 com a músuca do Brasil, clique no link abaixo.

SAUDADES DO BRASIL

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s