fingersoflove

A música romântica é fascinante pelas possibilidades que nos trazem… Suas melodias e arranjos carregam inúmeras relações que, felizes ou não, funcionaram por algum tempo. São canções que trazem pianos e vocais que nos fazem mergulhar em sensações que flertam com o passado, mas fazem o presente ter um gosto mais maduro… E amor é amor sempre!

Nesta sexta-feira, vamos embarcar numa sequência de pouco mais de trinta minutinhos, somente com lindíssimas harmonias da música negra. São canções diferenciadas pois tratam o amor como um estado de espírito… Como só a música negra consegue!

A primeira é uma das mais perfeitas músicas de amor… Cheia de ternura e num arranjo impecável, HEAVEN MUST BE LIKE THIS, com Ohio Players, tem uma magia ímpar… O arranjo, guiado por um solo de piano belíssimo, tem uma suavidade muito característica dos anos 70. Trata-se de uma mid-tempo cheia de sussurros e vocais inspirados… Ainda é uma melodia que precisa de um bom vinho pra acompanhar… E uma companhia à altura, também!

Logo em seguida outra obra-prima do início dos anos 70… The Intruders e I WANNA KNOW YOUR NAME… Essa música é muito romântica e tem uma essência que faz ela perfeita pra aquela dancinha a dois… Coisa das décadas de 70 e 80! Hoje em dia tudo isso foi perdido… Mas ao ouvirmos novamente I WANNA KNOW YOUR NAME resgatamos um pouco de como um fundo musical suave ajudava à paquera. O início de I WANNA KNOW YOUR NAME é inspirador com um arranjo de teclado e cordas adocicados, pra entrada dos vocais de Sam ‘Little Sonny’ Brown… Nesse momento, abaixe as luzes e curta a brisa…

Ôba! Agora teremos Peter Skellern e uma canção datadíssima… E vocês já sabem que curto demais as canções datadas porque elas conseguem conservar muito mais o que a época tinha do que as canções atemporais. HOLD ON TO LOVE fez sucesso em 1975, e chegou a bater o 14º posto na parada inglesa. É uma balada muito gostosa com arranjo simples e um tanto claustrofóbico, mas muito eficiente… Essa é uma daquelas músicas que você passa um bom tempo sem ouvir, mas ao resgatá-la novamente, pensa ‘pôxa, podia ter curtido mais essa’… Uma de minhas favoritas dos anos 70.

Teddy Pendergrass e CLOSE THE DOOR colocam mais classe em nossa sequência de lentinhas negras… Normalmente os arranjos das canções de Teddy Pendergrass são muito bons… E CLOSE THE DOOR é uma das mais célebres representantes da música da Filadélfia… A produção consistente e sentimental dessa pérola é uma deliciosa viagem ao amor nos anos 70. Estamos agora em 1979… Pra curtir sozinho… Pra curtir com alguém… Pra curtir!

Seguindo, temos Carrie Lucas e Whispers com JUST A MEMORY, também de 1979. A combinação dessas duas referências vocais da música negra mundial já dispensa maiores comentários… Essa é pra ouvir com carinho e perceber como a suavidade faz uma diferença enorme numa canção de amor… A interpretação e o arranjo das vozes são casos à parte desse tesouro que desenterramos agora… É a cara da programação noturna da WBLS de Nova Iorque.

Fechando com um clima mais pra cima, duas vozes também maravilhosas num grande sucesso de 1988, mas que curiosamente foi lançada dois anos antes no álbum Hearsay de Alexander O’Neal… Em NEVER KNEW LOVE LIKE THIS, O’Neal faz um belíssimo dueto com a voz linda de Cherrelle… É um r&b típico daquilo que era produzido e estourava em rádio na metade da década de 80. Tocou muito no Brasil e fez parte do Machete Night Fly com Bebel Amaral! Boas lembranças…

Então, clique e baixe… 

30 MINUTINHOS DE BLACK ROMANTIC

Frase do Post: A pior sexta-feira ainda é melhor do que a melhor segunda-feira.

Um comentário sobre “Sexta-feira pra gente relaxar com uma sequência de 30 minutinhos de lindas canções negras de amor!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s