time.jpg

Datas na história da música pop e no rock sempre são interessantes… Quando não tínhamos a Internet, lembro de ficar anotando datas importantes, como as datas em que determinados singles chegaram ao topo das paradas… Ou quando foram lançados os principais discos de bandas ou cantores que admirava… Não que eu fosse fanático por coisas assim, mas achava gostoso lembrar de como era a vida em cada uma daquelas datas. 

Ainda tenho algumas dessas anotações, e resolvi que agora vou postar pra quem gostar de coisas assim… Diria que são um minúsculo histórico de fatos marcantes para o pop mundial… E alguns textos foram escritos na metade da década de 80… Essa é uma típica leitura de banheiro, na minha opinião… E eu gosto!

1877 – Thomas Edison gravou MARY HAD A LITTLE LAMB no fonógrafo de cilindro que inventou. Em 1948 surgiram os LPs e em 1958 o primeiro disco estereofônico.

1936 – Em novembro, num quarto de hotel da cidade de San Antonio, no Texas, o bluesman Roberto Johnson fazia a primeira das duas únicas sessões de gravação que eternizaram sua obra essencial. Morto em circunstâncias misteriosas aos 27 anos, menos de três anos depois desses registros, apenas com voz e violão deu o impulso inicial para o encontro do blues com o rock ‘n roll.

1950 – Um soldado do exército americano, destacado para um pelotão na Alemanha, convocou cinco outros companheiros de farda que curtiam música country para formar o grupo The Landsberg Barbarians. Alguns anos depois, quando deu baixa, o cara obteve um sucesso infinitamente maior como Johnny Cash.

1951 – Em 27 de março, o engenheiro de som Sam Phillips fundou a gravadora Sun, em Memphis, Tenessee. Uma de suas primeiras gravações foi o compacto ROCKET 88 da banda The Kings of Rhythm – que depois seria considerado o primeiro disco de rock ‘n roll gravado. O líder do grupo era um tal de Ike Turner, que mais tarde ficaria conhecido para posteridade como o marido que dava uns safanões na cantora Tina Turner.

1952 – Em Chicago, começa a se destacar o vocalista Sam Cooke, um dos membros do grupo de gospel The Soul Stirrers. Quatro anos depois, gravaria seu primeiro single solo, chamado LOVABLE, e começaria a se transformar em uma das maiores vozes da soul music de todos os tempos.

1953 – Era uma tarde de sábado, 18 de julho, e um motorista de caminhão chamado Elvis Presley passava pela cidade de Memphis. Foi quando avistou um estúdio de gravação que oferecia uma pechincha para gravar duas músicas por quatro dólares. Ele resolveu fazer um compacto. Era um acetato com as baladas MY HAPINESS e THAT’S WHEN YOUR HEARTACHES BEGIN e o disco ficou famoso por ter sido o presente de aniversário pra mãe de Elvis. Só que o aniversário de mamãe Gladys tinha sido sido em abril. Portanto, Elvis queria mesmo era ver como sua voz ficava em disco.

1954 – A cantora Nora Ney lançou o rock ‘n roll no Brasil ao gravar ROCK AROUND THE CLOCK de Bill Halley.

1955 – Em 21 de maio, Chuck Berry gravava seu primeiro single MAYBELINE. Porém, só iria saber que o DJ Alan Freed era seu ‘parceiro’ na canção ao ler isso no selo. Em 14 de setembro, Little Richard se empolgou com uma canção que tinha recebido ainda incompleta. A música trazia frases do tipo “a-wop-bop-a-loo-bop-a-lop-bam-boom” e foi terminada por Richard, ganhando o nome de TUTTI-FRUIT.

1956 – Em agosto, Elvis Presley lança o compacto com HOUND DOG e DON’T BE CRUEL. O disquinho ainda é o compacto mais vendido de rock da história.

1957 – No dia 6 de julho, um jovem Paul McCartney fica bastante impressionado ao ver um outro garoto chamado John Lennon tocando guitarra numa festa. Desse encontro nasceu o convite de John para Paul fazer parte de seu grupo. O resto todo mundo já sabe!

1958 – Em 14 de julho, nascia o que se chama hoje de video-clip. A revista Billboard anunciou os primeiros filmes de três minutos e que foram TWILIGHT TIME, dos Platters, e LITTLE DARLIN’, dos Diamonds. Em 1º de dezembro, Phil Spector estreava como produtor em seu grupo, o Teddy Bears, que chegava ao primeiro lugar das paradas com a canção TO KNOW HER IS TO LOVE HER. Ainda nesse ano, Connie Francis fez muito sucesso com uma canção chamada STUPID CUPID, composta por Neil Sedaka.

1959 – No dia 3 de fevereiro, um desastre aéreo mata Buddy Holly, Richie Valens e The Big Booper e faz essa data ficar conhecida como o “dia em que a música morreu”. Ainda nesse ano nascia a maior gravadora de música negra de todos os tempos: a Motown.

1960 – Nascem as cantoras Dulce Quental, vocalista da banda Sempre Livre, e Leila Pinheiro.

1961 – Numa viagem de trem, Mick Jagger reencontrou um colega de infância, Keith Richards, dando o primeiro passo para a formação dos Rolling Stones. Também nesse ano surge um grupo chamado The Pendletones, que depois mudaria o nome para The Beach Boys. Nasce a cantora Fernanda Abreu. É lançado o primeiro disco de Elis Regina.

1962 – Nascem os cantores Paulo Ricardo, Paula Toller e Roberto Frejat. É lançado o primeiro disco de Bob Dylan.

1963 – Stevie Wonder, ainda com doze anos, alcança seu primeiro lugar com a canção FINGERTIPS, PARTY 2.

1965 – Estréia na tevê Record o programa Jovem Guarda, com Roberto Carlos e Erasmo Carlos. Em 26 de abril é inaugurada a TV Globo do Rio de Janeiro.

1966 – O músico Syd Barret faz uma homenagem a dois grandes músicos de jazz e blues chamados Pink Anderson e Floyd Council criando o Pink Floyd.

1967 – O grande disc jockey brasileiro Big Boy, em maio, toca o disco Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band antes mesmo do álbum chegar às lojas na Inglaterra. Ainda nesse mês, o grupo Bee Gees emplaca seu primeiro hit, NEW YORK MINING DISASTER 1941. Em outubro, Caetano Veloso canta ALEGRIA, ALEGRIA, e Gilberto Gil, acompanhado dos Mutantes, canta DOMINGO NO PARQUE num festival da tevê Record. Nasce a cantora Marisa Monte.

1968 – O pianista e cantor Reg Dwight muda de nome pra homenagear dois grandes nomes que o influenciaram: o saxofonista Elton Dean e o bluesma Long John Baldry. Já sob a alcunha de Elton John, Reg Dwight estoura no mundo inteiro e se torna um dos maiores fabricantes de hits da história da música pop.

1969 – Em fevereiro, o incrível grupo Sly & The Family Stone permanece por quatro semanas em primeiro lugar na parada americana com o single EVERYDAY PEOPLE. Pouco tempo depois, o grupo se consagra no festival de Woodstock – que reuniu mais de quatrocentas mil pessoas em agosto deste ano.

1970 – Prince foge de casa e começa a tocar violão, dando início ao aprendizado dos inúmeros instrumentos que toca. É lançado Let It Be, o último disco dos Beatles.

1971 – Rod Stewart se torna o primeiro, depois dos Beatles, a liderar simultâneamente as paradas inglesa e americana com um álbum (Every Picture Tells A Story) e um compacto (MAGGIE MAY). Nasce o cantor Ed Motta, sobrinho de Tim Maia.

1972 – David Bowie se torna o primeiro rockstar a assumir publicamente ser bissexual. No Brasil, Raul Seixas adquire projeção cantando a música LET ME SING, LET ME SING, no último Festival Internacional da Canção.

1973 – Em junho, Os Secos & Molhados são projetados nacionalmente com um som que misturava rock ‘n roll e música popular brasileira.

1974 – A Rede Globo estréia o programa Sábado Som com a apresentação de ninguém menos que Nelson Motta. Nesse mesmo ano, surgem os Ramones.

1975 – Em dezembro, o grupo Queen consegue lançar o single BOHEMIAN RHAPSODY, após resistência da gravadora EMI, que torna-se um sucesso mundial e uma marca registrada para a banda.

1976 – Giorgio Moroder e a cantora Donna Summer unem forças para gravar LOVE TO LOVE YOU BABY, que se tornaria um sucesso que ajudou a popularizar ainda mais a disco music. A dupla ainda gravaria I FEEL LOVE, outro grande sucesso que influenciaria o acid house, uns dez anos depois. Também neste ano, Gilberto Gil e Rita Lee, separadamente, foram presos por porte de maconha.

1977 – Mark Knopfler, jornalista até então, resolve mudar de profissão e forma o grupo Droop, que, logo em seguida, se transformaria em Dire Straits. No Brasil, Nelson Motta cria As Frenéticas, que dominaram as paradas brasileiras até o ano seguinte.

1978 – Madonna, baterista do grupo The Breakfast Club, sai em carreira solo. Surgem diversos grupos do que viria a ser o new wave: The B-52’s, Devo, Police e XTC. Este ano também marca o início do REM, capitaneado por Peter Buck e Michael Stipe.

1979 – Em outubro, a banda The Clash lança, a contragosto, o disco Train In Vain. Jorge Ben (ainda sem o Benjor) processa Rod Stewart alegando plágio na canção DO YA THINK I’M SEXY?, cujo refrão é bastante semelhante ao de TAJ MAHAL. Rod perde a questão, mas transferiu a culpa para Carmine Appice, seu parceiro na música.

1980 – A febre da videomania começa. One For The Road, do grupo The Kinks foi o primeiro álbum editado em vídeo, simultaneamente. No ano seguinte, a cantora Toni Basil lança o primeiro álbum de coletânea de sucessos no formato de video-clips chamado World of Mouth. Em 1983, a banda The Human League lança o vídeo-single.

1981 – Em 4 de agosto, nos Estados Unidos, entra em operação a MTV, que foi a primeira emissora de televisão a tocar rock e pop durante todo o dia.

1982 – O guitarrista Johnny Marr aceita uma sugestão e procura o letrista Stephen Morrissey para formar uma parceira que daria o embrião para o cultuado grupo oitentista The Smiths. No Brasil, surge a chamada ‘nova jovem guarda’ com o estouro de bandas como Blitz e Gang 90 e Absurdetes. Nos Estados Unidos, Michael Jackson lança o álbum Thriller, que seria o disco mais vendido de 1983 e de toda a história da música.

1983 – Chegam à lojas os primeiros compact discs (CDs), inaugurando a era do som digital.

1984 – Em 1º de abril, morre, assassinado pelo próprio pai, o cantor Marvin Gaye. No final do ano, Bob Gelfdof comanda o projeto Live Aid, que grava o compacto DO THEY KNOW IT’S CHRISTMAS, com o objetivo de levantar fundos para as vítimas da fome na Etiópia. Este lançamento reavivou a onda de eventos musicais beneficentes, e de onde brotou o USA For Africa em 1985.

1985 – Em janeiro, o primeiro Rock In Rio acaba com o tabu de que os artistas estrangeiros apenas vinham ao Brasil quando suas carreiras estavam declinando. Em 14 de agosto, Michael Jackson torna-se dono dos direitos sobre 250 composições de John Lennon e Paul McCartney. Ainda em agosto, Cazuza deixa o Barão Vermelho para seguir carreira solo.

1986 – Em Junho, George Michael anuncia o fim do Wham! e o início de sua carreira solo.

1987 – Em 7 de março, o disco Licensed To Ill, dos Beastie Boys se torna o primeiro álbum de rap a liderar a parada da Billboard.

1988 – Em janeiro, acontece o Hollywood Rock nas cidades do Rio de Janeiro e em São Paulo. Ao longo desse ano muitas bandas inportantes se desfizeram: Supertramp, The Housemartins, The Cars e Bangles.

1989 – Em fevereiro, Roy Orbinson iguala o feito de Elvis Presley, se tornando um dos dois únicos cantores, até então, a ter dois álbuns entre os cinco mais vendidos na parada da Billboard simultaneamente. Em 29 de abril, foi lançado o single BABY DON’T FORGET MY NUMBER do Milli Vanilli, que chegou ao primeiro lugar na Billboard. Apesar de terem ganho o Grammy como ‘revelação do ano’, descobriu-se que a dupla sequer cantava em um faixa de seus discos. O New Edition, de Bobby Brown e Ralph Tresvant, se separa, mas reune-se novamente sete anos depois.

1990 – Em fevereiro, os integrantes originais do The Kins se reúnem num show de Bob Dylan, após vinte e cinco anos de hiato, numa homenagem a Roy Orbinson. Em abril, a guitarra Fender de Jimi Hendrix é leiloada por 295 mil dólares. Mariah Carey lança cinco singles e todos alcançam o primeiro posto da Billboard, fazendo dela a única cantora a ter seus cinco primeiros singles em primeiro lugar. A banda Styx volta a gravar após sete anos longe dos estúdios.

1991 – Este foi o ano em que o grunge estourou com bandas como Nirvana, pra infernizar as nossas vidas. Em 24 de novembro morre o vocalista da banda Queen, Freddie Mercury. Nesse ano surgem cantores e bandas que ainda fariam muito sucesso: Dave Matthews Band, Shakira, OutKast, Jodeci, Kris Kross, Oasis, Radiohead, TLC e Tori Amos. Por outro lado, Talk Talk, Devo, Wang Chung e Talking Heads encerram suas carreiras.

1992 – O grupo Extreme lança uma das baladas mais adoradas de todos os tempos: MORE THAN WORDS. Rozalla se torna a primeira artista do Zimbabwe a colocar um single na parada da Billboard. END OF THE ROAD, do Boyz II Men, quebra um recorde que já durava trinta e seis anos e pertencia a Elvis Presley. O single consegue ficar treze semanas em primeiro lugar na parada da Billboard. Este recorde seria quebrado novamente em 1993 com Whitney Houston e I WILL ALWAYS LOVE YOU – tema do filme O Guarda-Costas. Ainda neste ano, surge a banda Blink 182, pra nos aporrinhar nas programações da MTV.

1993 – Em fevereiro, Michael Jackson (já quase branco) concede uma entrevista após catorze anos a Oprah Winfrey – esta entrevista é uma das maiores audiências da televisão mundial. Ainda neste ano, Jackson faz um pronunciamento na tevê americana negando que tenha molestado sexualmente um garoto. Prince parece estar maluco e muda seu nome para um símbolo impronunciável. Frank Zappa morre de câncer. O grupo musical Lighthouse Family é fundado.

1994 – New Kids On The Block, Level 42, A-Ha, The Farm e Deacon Blue encerram suas carreiras. Os três Beatles ainda vivos lançam o projeto Anthology.

1995 – Com o lançamento de Me Against The World, Tupac Shakur se torna o primeiro cantor preso a ter um disco em prim eiro lugar na parada da Billboard. Natalie Merchant, ex-vocalista do 10.000 Maniacs, lança seu primeiro disco solo (Tigerlily) que vende mais de cinco milhões de cópias. O Dire Straits encerra suas atividades. Ainda neste ano, o formato de arquivo ‘mp3’ começa a dominar a Internet.

1996 – Mariah Carey e Boyz II Men, com o single ONE SWEET DAY, quebram o recorde da cantora e permanecem dezesseis semanas no primeiro lugar da Billboard. Os Monkees se reúnem para uma turnê comemorativa de trigésimo aniversário. As bandas Ramones e Siouxsie & The Banshees acabam.

1997 – Shania Twain lança o disco Come On Over e vende trinta e nove milhões de cópias, se tornando o disco mais vendido de uma cantora até então. Michael Hutchence, vocalista do INXS, é encontrado morto. Esse ano marca o início da carreira de importantes grupos como Gym Class Heroes e Coldplay, além da volta do Depeche Mode.

1998 – Em 14 de maio, Frank Sinatra morre de ataque cardíaco. Celine Dion explode com o single MY HEART WILL GO ON, tema do filme Titanic. R. Kelly e Lauryn Hill recebem cada um, oito discos de platina. Nesse ano morrem Falco (de DER KOMISSAR) e Linda McCartney.

1999 – O Eurythmics lança um álbum depois de dez anos sem gravar. Christina Aguilera e Jennifer Lopez lançam seus primeiros singles. O grupo New Radicals encerra sua carreira.

2000 – Madonna volta a ocupar o primeiro lugar com o disco Music desde seu álbum Like A Prayer, lançado em 1989. Morre Vicki Sue Robinson. Esse, seguramente, foi um dos piores anos para a música… Ainda bem que temos os anos 80 pra lembrar sempre!

4 comentários sobre “Alguns momentos na história do pop e do rock de 1877 até o ano 2000… Pra passar o tempo!

  1. Quantas coisas aconteceram nesta linha de tempo…e muita coisa ficou de fora…pelo que vi, ótimas bandas ou grupos terminaram e grandes artistas morreram nessa década horrível que foi os anos 90, pelo menos da metade prá frente. Já tá explicado o porque de que os anos subsequentes ficaram tão pobres…tenho pena de quem é mais novo ou de quem não teve a oportunidade de desfrutar a boa música, dos anos 80 para baixo…pelo menos, esse período é parte de minha história, graças a Deus…um beijo.

  2. Muito obrigada por seus maravilhosos e-mails, amigo querido. Respondi a todos, mas acho que nenhuma de minhas respostas foi recebida, não sei por que, por isso, tenho a “penosa” tarefa de entrar no Blog e deixar meu carinho e meu abraço. Me identifiquei muito com suas impressões quanto à nossa triste realidade musical, contaminada desde os fatídicos anos 90, sobre a magia da década anterior, sobre a energia única que se esgotou nos idos noventistas. Os grandes artistas ou bandas iluminadas nos anos 80, que por um motivo ou outro terminaram, mas voltaram sem o mesmo brilho nos anos subsequentes…enfim. Mas, graças a Deus, não temos motivos para cair na pieguice saudosista…podemos reviver tudo isso, graças ao computador, instrumento que amo, pois além de aprender muito com ele, me ajudou a resgatar e conhecer muito mais da magia dos anos 80 e me ajudou a encontrar, mesmo que virtualmente, amantes dessa época, dentre essas pessoas, você, querido Ed. Estou grata por te descobrir na Net…um beijo grande.

  3. Olá, querido Ed…com prazer recebo seus e-mails e reforço meu contentamento por um conteúdo tão afetuoso e com o qual me identifico muito, já que nos comunicamos em formas de palavras nossas notas musicais oitentistas. É que procuro responder diretamente de meu e-mail e acho que o seu e-mail não os recebe…mas isso não é problema nenhum, já que é um super pretexto para entrar no blog e “xeretar” as “velhas” news dos 80 postadas por você…agora, tenho tarefas a realizar, mas à noite, certamente estarei por aqui deixando “meia dúzia” de palavrinhas…um grande beijo e bom dia!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s