O grupo inglês Matt Bianco oxigenou as paradas de sucesso em 1984… A balada MORE THAN I CAN BEAR é uma das melhores coisas pr’os nossos ouvidos curtirem… O disco Whose Side Are You On? foi um discaço que, ainda hoje, deve ser comprado!

Formado por antigos membros da banda de jazz contemporâneo Blue Rondo A La Turk, o Matt Bianco se tornou uma das grandes referências do pop jazz britânico e teve várias formações que incluiram a excelente vocalista Basia e o ótimo tecladista Danny White no início.

A sonoridade da banda é apaixonante pois tem como principais referências os ritmos latinos e os brasileiríssimos bossa nova e samba. O disco de estréia é obrigatório pra qualquer colecionador do que de melhor foi lançado na década de 80. Whose Side Are You On? foi muito influenciado pela música brasileira e trouxe ótimos hits como a já citada MORE THAN I CAN BEAR, HALF A MINUTE, MATT’S MOOD, SNEAKING OUT THE BACK DOOR e GET OUT OF YOUR LAZY BED – todas ainda bastante executadas no toca CD do meu carro.

Para aqueles que conhecem poder curtir mais um pouquinho de Matt Bianco, e para aqueles que ainda não curtiram essa sensacional banda oitentista, separei cinco de suas deliciosas canções pra gente viajar nesse meio de semana… E, claro, todas são lindas!

E vamos, de cara, abrir com sua melhor música… Aquela que me despertou uma verdadeira adoração por essa banda lá pelos idos de 1984, quando ouvíamos a Transamérica FM nos recreios do Salesiano. MORE THAN I CAN BEAR tem uma história curiosa no Brasil. A versão que estourou nas rádios foi a versão remix, que começa com os arranjos vocais (maravilhosos!) de Basia. Acontece que essa versão ficou tão conhecida que a WEA a prensou na versão nacional do disco, ao invés da versão inglesa – que também é linda, mas não tem exatamente esses backing vocals no refrão. MORE THAN I CAN BEAR é uma canção muito doce e reflexiva e tem um dos clips mais deliciosos que pude assistir no programa Super Special da TVE, quando de seu lançamento. Neste set especial com canções do Matt Bianco vamos curtir a versão que estourou no Brasil e a belíssima vocalização inicial de Basia. Atenção para o solo de sax… Vamos passar mal…

Na sequência outra balada muito bonita de seu disco Indigo, lançado em 1988… HANGING ON, a exemplo de MORE THAN I CAN BEAR, tem muita influência da bossa nova. É possível perceber isso pela simples levada da percussão. HANGING ON tem uma melodia muito inspirada e com um arranjo com a essência dos trabalhos iniciais do grupo, ainda com Basia. A letra é deliciosa e diz coisas lindamente ingênuas como ‘there’s nothing i can say, there’s nothing i can do, babe, i still love you…’! Atentem pra um pianinho tocado suavemente que aparece vez por outra e depois vira um solo inebriante… Sutileza feita pra quem tem bom gosto…

A terceira é um r&b que veio como bônus do disco de 1994 e dispensa comentários… LOVE LIFE tem os vocais femininos de Lorraine McIntosh e tem um dos arranjos mais sedutivos da banda. Sempre fui muito fissurado por charmes harmônicos, mas confesso que fiquei ainda mais admirado com o Matt Bianco ao ouvir essa incrível canção. Adoro também a guitarra de Robert Ahwai… Essa faixa, oficialmente, faz parte do repertório do álbum Gran Via, lançado em 1995, mas, como já havia dito, entrou como faixa bônus do disco Another Place, Another Time. A versão que vamos curtir aqui é a de 1995, que é maior, mas tem basicamente o mesmo arranjo da que saiu no ano anterior, além de uma virada com um solo de teclado lindo… Esse é um de meus charmes preferidos!

O disco Another Place, Another Time trouxe não somente LOVE LIFE, como também a intoxicante I NEED YOU NOW… O início de I NEED YOU NOW tem a essência da paisagem carioca dos anos 80! Deve ser uma das razões de eu curtir tanto essa música… Aliás, a suavidade e a beleza que abrem essa faixa conseguem traduzir toda a beleza do romantismo inglês. O Matt Bianco era contemporâneo de outro grande grupo inglês, o Style Council e, especialmente nas baladas, parece que eles beberam em fontes do mesmo lugar. Sorte nossa que podemos ter um cardápio variado e sofisticado pras nossas investidas no amor…

Fechando, um instrumental muito bonito e com cara de verão oitentista de seu auto-intitulado álbum de 1986. SUMMER SONG tem um arranjo com teclados e vocais que formam uma melodia bastante reflexiva… A combinação das vozes de Mark Reilly e Jenni Evans é perfeita… O solo de sax de Ronnie Ross também… E esses ingredientes selecionados fazem de SUMMER SONG uma das melhores opções pra curtir o verão. Eu adoro… O verão e a música!

Esse é um de meus grupos mais que favoritos, e que vem me embalando por dias e noites desde 1984. Então, pra gente brindar junto, clique no link abaixo e embarque na mágica do Matt Bianco!

A NEW BOSSA SOFISTICADA DO MATT BIANCO

4 comentários sobre “Artistas Incríveis II… Matt Bianco!

  1. Bom dia,
    Gostaria de agradecer pelo seu blog, fico feliz de encontrar ainda nesse mundo pessoas com bom gosto como vc. Gosto demais da musica “MORE THAN I CAN BEAR” de Matt Bianco, mas pouco conhecia do grupo e da história da musica. Obrigado mesmo por nos deixar informados com curiosidades e também com boa música. Vlw

  2. O Matt Bianco é uma das melhores bandas de msk pop q existem. Pena q a gente naum v mais isso hj. É praticamente insuperável. A história tá muito boa. Vlw, parabéns.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s