Faço minhas as minhas próprias palavras em 2007… A Semana Santa chegou e a semana praticamente acaba na quarta-feira… Vamos aproveitar bem o feriadão pra agradecer a DEUS pela vida e pelo amor, e curtir cada momento com gente que faz bem a gente… E música, claro!

Este ano estarei recarregando minhas baterias aqui em Aracaju… Regado por um monte de lembranças boas e com trilha sonora daqui do nosso blog… Novidades somente na segunda-feira…

Porém, seguindo a tradição dos feriadões, e pra não passar tanto tempo em branco, vou postar alguns especiais pra gente curtir nesses dias. Opções especiais pra gente especial que já clicou mais de 65 mil vezes nesse blog… Obrigado de verdade!

 comoeuquero.jpg

Abrindo nossa trinca de especiais, vou trazer uma versão exclusiva… Aliás, essa é uma montagem minha que eu adoro… Na verdade, esta minha versão de COMO EU QUERO, do Kid Abelha e Os Abóboras Selvagens, é idêntica à original, só que nos refrões surge o instrumental… A minha inspiração foi uma versão que tocava na Rádio Gazeta FM, de Maceió, em 1984… Acredito ser uma remix de época… No trecho do meio da música, a bateria repetia, como nesta versão…

O compacto original foi lançado em 1984, e tinha no lado B a música HOMEM COM UMA MISSÃO. Porém, o single promocional que foi pra’s rádios trazia a versão instrumental – que por sinal é lindíssima e já merecia ter sido remasterizada.

Leoni, um dos autores da música, afirmou que se inspirou na linha de baixo de SAVE A PRAYER, do Duran Duran, pra compor COMO EU QUERO… Se ouvirmos as duas, fica fácil notar que há uma inspiração mesmo… E das boas!

Pra relaxar nesta quarta-feira, e durante a Semana Santa, clique no link abaixo e descubra como é bonito o refrão instrumental de COMO EU QUERO…

KID ABELHA E OS ABÓBORAS SELVAGENS – COMO EU QUERO (ED’S REMIX)

 djmixa.jpg

O segundo especial é a décima parte de uma de nossas melhores sagas: as maiores remixes de todos os tempos!

Abrindo, uma versão muito rara de CLOUDS ACROSS THE MOON do Rah Band… O curioso é que conheci essa música através da versão dub, que a Transamérica FM tocava à época. Aqui, uma versão européia chamada ‘dj koze moonboots kick ass version’… Cheia de paradinhas, scratches e efeitos… Ficou uma delícia!

Depois temos a musa dos anos 90… Pelo menos foi a minha musa musical… CeCe Peniston e uma versão lindíssima da já bela CRAZY LOVE, de 1992. Essa canção me foi apresentada por Julinho Mazzei no Radio Flight. É uma das melhores dos anos 90! Aqui, posto a ’12” version’ do single promocional que foi pras rádios.

A terceira é outra da safra do Radio Flight, e uma das parceiras de composição e estilo de CeCe Peniston. Kym Sims era ótima! TAKE MY ADVICE foi seu segundo single, sucedendo a clássica TOO BLIND TO SEE IT. Essa versão é bem ao estilo do nosso comandante Mazzei… Estamos viajando em 1992 com a ‘silk 70’s mix’… Linda e com gosto de saudade…

A quarta foi a primeira música que baixei no Napster! Lembram do Napster? Era incrível poder ter canções e versões que pareciam perdidas… THE REFLEX do Duran Duran tem todo o conjunto das grandes remixes dos anos 80… Cheia de energia e alucinante, essa versão é muito boa! Marcou, pois além de curtir muito em 1984, era repleta de efeitos de voz e instrumentais…

Fechando esse módulo de remixes, a divertida SHE BOP com Cyndi Lauper na ‘special extended dance version’. Eu adorava o clip dessa música e me divertia muito dançando ela nas festinhas… Tinha uma coisa meio robótica, aproveitando o próprio vídeo. Mais uma pérola cheia de energia… Cyndi Lauper é a cara dos anos 80… E SHE BOP um de seus momentos mais divertidos…

E pra baixar mais esses pouco mais que 32 minutinhos de versões diferentes das comerciais, clique no link abaixo…

AS MAIORES REMIXES DE TODOS OS TEMPOS X

paquera.jpg

No terceiro post, vamos curtir algumas lentinhas muito especiais… Selecionei canções que fazia um tempo que não ouvia!

Abrindo, o Ambrosia de David Pack, com a participação especialíssima de Michael McDonald e James Ingram fazendo um backing vocal divino! JUST CAN’T LET GO é um hino aqui em casa… Uma balada linda, uma letra linda, um arranjo lindo e ainda tem um coro formado pelo casamento das vozes de Michael e James… O refrão é lindo. Espero que essa canção traga muitas recordações do amor… É sobre isso que ela fala! Essa faixa foi oficialmente lançada numa coletânea chamada Anthology de 1997, onde, dentre todos os sucesos da banda, surgiram três faixas inéditas. Uma delas foi essa preciosidade que já vale a compra desse CD!

A segunda é uma música obrigatória em minha vida! Lembro da sensação exata quando ouvi pela primeira vez ONE ON ONE, com minha dupla favorita (Hall & Oates), em 1982… Literalmente parei, como ainda paro até hoje… É uma melodia muito solitária, mas um arranjo belíssimo! O clip é um dos melhores… Essa é uma música que tem a minha cara…

Por falar em alma, a terceira é Marvin Gaye numa versão alternativa de uma canção de seu melhor disco… BABY, BABY, BABY é de passar mal! Mais uma daquelas melodias profundas de Marvin… Essa é uma música realmente bela… A versão original do disco Midnight Love (o melhor de Marvin) tem o título de ‘TIL TOMORROW… A diferença básica, além da maior duração dessa versão que posto, é que na original a bateria eletrônica segue a faixa… Nesta que curtimos temos teclados e voz… Aliás, os vocais são muito sentimentais e melacólicos… Um dos melhores souls românticos… A combinação de teclado e sax da metade da faixa é uma viagem. Especial e perfeita, essa pérola tem solos de teclado e baixo no final que não se ouve sempre por aí…

A quarta é uma ótima balada de Dan Hartman, lançada em seu primeiro disco solo, em 1978. TIME AND SPACE é outra canção muito romântica que traz um arranjo de cordas delicioso. Os vocais de Dan e o arranjo datado são um charme à parte pra essa que está entre minhas prefridas!

A próxima é uma clássica dos anos 80… The Cars, com os vocais do falecido Benjamin Orr, e DRIVE foram responsáveis por grandes paixões na minha vida! Essa é uma das canções que mais curti nas minhas eternas paqueras. Ainda hoje me emociona muito ouvir o tom forte da letra e a melodia crescente… Mais um hino em nossa vidas!

Fechando, uma das melhores versões de GOT TO BE THERE, originalmente gravada por Michael Jackson ainda garoto, lá pelo início dos anos 70… Nesta versão, altamente influenciada pelo jazz, George Benson nos faz passar mal, encerrando esse set de quase 31 minutinhos pra alimentar a paixão nesse feriadão…

Espero que todos tenham uma Semana Santa de paz e amor, com DEUS regendo SEMPRE a vida… E muita música pra alimentar nossas almas!

LENTINHAS DA SEMANA SANTA

5 comentários sobre “Os especiais de feriadão! Semana Santa com mais música pra alimentar a alma!

  1. Ok! Ok! Ok! grande amigo irmão EDDY olha fique sabendo que toda vez que venho nesse se permite eu dizer “nosso blog” quando digo nosso vou num singular que ao meu ver tanto que tem musicas, palavras que faz a gente voltar no tempo. No tempo que as vezes eramos felizes e por irônia não sabiamos época que ao meu ver de ouro..que apenas na nossa memoria…nessas canções maravilhosas que vc posta aqui…Olha para finalizar quero pedir ao nosso DEUS que nos banha de saúde de paz..Que ja faz muito tempo que ele deu a vida por nois para o mundo ser melhor..mais infelizmente uns ainda insiste em tornar o mundo pior..mais como Deus existe e nois jamais podemos nos esqueçer que ele olhe por nois sempre…um abraço e valeu amigão pelo as belas postagens..

  2. Puxa vida!! Eu procurava essa versão do Kid Abelha faz um tempão, já que conto nos dedos às vezes que a escutei em 1984. Também achei legal os 32 minutos de lambuja…posta mais coisas (de preferência, 100% anos 80) deste tipo, ok? Sou pseudo-dj caseira (meu mixer tá quebrado) e dá uma saudade dos remixes da época…passava o domingo praticamente inteiro estourando o som e rodeada de vinis, brincando nas minhas pick-ups. A sensação é única. Agora estou ouvindo as lentinhas e também vou adicionar a minha coleção. Para você, aí em Aracajú, ótimo descanso e pensamento no Maioral dos Maiorais, a gente tá precisando muito Dele. Até o próximo comentário!!!!!!

  3. Referindo-me às remixes parte X, só por uma questão de contribuição a quem interessar possa,
    RAH são as iniciais de Richard Anthony Hewson, multi-instrumentista britânico e os vocais são da Toyah Ann Wilcox.
    Parabéns grande Ed.

  4. Esse é o Ed, simplesmente um crítico da boa música , parabéns , e ae Ed só por curiosidade , vai pintar mais Radio Flight ou Dancing Nights , e o seis e Dance ? , você tem algo do Arco da Velha ?, conheci um kra lá de Curitiba e ele tem vários programas do Lm Music com Julinho Mazzei e Dancing Nights e Arco da Velha , legal não ? , sempre estou em contato com ele , qquer coisa mande notícias ..

    Valeu Ed, abraços ,

    Reinaldo Lima

  5. Bem legal este set dos melhores remix de todos os tempos, quero fazer um pedido caso voce tenha condição de enviar a primeira música deste remix raro ( CLOUDS ACROSS THE MOON do Rah Band ) pode mandar para meu email brunosda@gmail.com,ok. Estou sempre dando uma passadinha no seu blog, tem muitas novidades e músicas boas. Continue sempre assim, um forte abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s